Chatbot para cobrança em e-commerces: como aplicar? - GYRA+

5 jeitos de revolucionar — e melhorar — a cobrança com os chatbots

GYRA+ Chatbot

As formas de interação entre clientes e empresas estão sendo transformadas pelos chatbots em todos os setores. É possível fazer perguntas, receber sugestões e até pedidos por meio desses robôs. 

Essa transformação também pode ser observada no sistema de cobrança das empresas, com bots desenvolvidos para esse fim e que ajudam os consumidores a realizarem os pagamentos. 

Neste artigo, listamos 5 aplicações de chatbots para cobrança para as empresas:

5 maneiras de usar chatbot para cobrança

1. Respostas rápidas a perguntas frequentes sobre cobrança e pagamentos

“Qual é a data de vencimento da minha fatura?”, “Pode gerar um boleto para mim?”. Esses são exemplos comuns que chegam para as empresas quando o assunto é financeiro.

Um chatbot para cobrança pode responder perguntas sobre cobrança e executar ações de pagamento, como a geração de um boleto.

Esses chatbots podem ser disponibilizados no site ou aplicativo da empresa ou em aplicativos de mensagem. Chatbots para WhatsApp e Facebook Messenger são ótimas maneiras de estar presente em canais que o cliente já usa.

2. Contatar clientes inadimplentes

O chatbot para cobrança pode ser usado para disparar automaticamente lembretes de pagamento, seja por SMS, WhatsApp, e-mail ou notificação em aplicativo. 

Além disso, ele pode facilitar a cobrança de clientes inadimplentes. Muitos consumidores não procuram as empresas para negociar suas pendências financeiras porque esse processo costuma ser desgastante. 

O cliente é enviado para diversos setores da empresa para saber os valores que necessita pagar e tentar negociar, além de ser um processo que pode gerar constrangimentos.

Um chatbot para cobrança consegue coletar rapidamente todas as informações da pessoa inadimplente e facilita processos de negociação. 

3. Simplificar o processo de pagamento em e-commerce

Já pensou em usar um chatbot no seu e-commerce para simplificar o processo de pagamento para os clientes?

Provavelmente a sua loja virtual já tem algum tipo de software de processamento de pagamentos instalado no seu e-commerce

Muitas empresas estão dando um passo adiante usando bots que permitem aos clientes fazer pagamentos por meio de conversações e sem sair do chat, como é feito no Apple Business Chat, em que o pagamento é realizado pela Apple Pay.

O chatbot pode receber informações de pagamento dos clientes diretamente no bate-papo e fazer o armazenamento de forma segura. Isso evita que o cliente tenha que preencher o formulário e permite que ele resolva qualquer dúvida sobre o pagamento durante o processo.

chatbot cobrança

4. Facilitar transferências bancárias

Um chatbot bem projetado pode facilitar transferências bancárias eletrônicas. Normalmente, ele utiliza instruções simples para inserir as informações do destinatário.

O chatbot da startup TransferWise, por exemplo, permite que os usuários possam enviar dinheiro a outras pessoas internacionalmente por meio do Facebook Messenger.

Para fazer isso, o usuário deve enviar uma mensagem à TransferWise pelo Facebook Messenger. O chatbot irá responder com as opções. 

Em seguida, o cliente deverá decidir quanto quer enviar e para qual país. Por enquanto, as transações são realizadas apenas em dólares dos Estados Unidos, do Canadá e da Austrália, em euro, em libra, em florim húngaro, em zloty polonês e em franco suíço. 

O chatbot irá orientar o que o usuário deverá fazer para o envio do dinheiro. Em seguida, ele será encaminhado para uma outra página.

O passo a passo é bem parecido com uma transferência realizada por uma página de internet banking. Há a confirmação de valores, o preenchimento de dados pessoais e bancários e de outras informações.

É possível realizar a transferência via débito ou cartão de crédito. Também há a alternativa de usar o Internet Banking do banco do próprio usuário. 

5. Gerar nova receita

No setor financeiro, há a oportunidade de usar o chatbot para vender produtos e gerar receita. 

Por exemplo, quando o cliente acessa o site do banco ou de uma empresa financeira, o chatbot pode iniciar uma conversa, oferecendo um serviço ou produto personalizado para o cliente, conforme seu perfil. 

Também é possível programar o chatbot para oferecer novidades aos clientes em um momento específico de sua jornada, como quando um contrato é renovado. 

Casos de uso de chatbot para cobrança

Kia

A montadora de carros KIA usa um chatbot no Messenger para fornecer opções de pagamento de contas aos clientes.

O “Kian”, como é chamado, também captura informações valiosas dos leads, fornece assistência na estrada e localiza lojas para que o cliente possa conhecer vendedores ao vivo.

Segundo dados da montadora divulgados pela Mobile Marketer, o chatbot gerou três vezes mais interações que o site corporativo. Ele conversa com 115.000 usuários por semana e tem uma taxa de conversão de 21%.

Bank of America

O Bank of America criou para seus clientes uma assistente financeira — a “Erica”. Ela é  capaz de fornecer informações de saldo bancário, pagar contas e ajudar com transações simples. 

Mas ela não só realiza agendamento de pagamentos, como também dá conselhos aos clientes de como pagar suas dívidas! 

Conforme informações dadas pelo Bank of America para o jornal Finextra, o chatbot do banco conta com mais de 7 milhões de usuários e já concluiu mais de 50 milhões de transações em cinco anos. 

Não importa se a sua empresa vende produtos ou serviços, uma coisa é certa: orientar os clientes ajuda a criar melhores relacionamentos.

Empresas de diversos setores estão apostando nos chatbots por seus inúmeros benefícios, e sua empresa também pode adotar essa tecnologia. Descubra o potencial dos chatbots para sua empresa.

Este post foi escrito pela Take, uma empresa que nasceu para facilitar e modernizar a comunicação entre empresas e pessoas.