6 maneiras de como conseguir capital de giro para empresa

Como conseguir capital de giro para empresa: 6 opções e quando usar cada uma [+ BÔNUS]

como conseguir capital de giro para empresa

Capital de giro é o dinheiro e outros ativos que sua empresa tem à disposição para pagar contas e despesas de curto prazo. Então, se você está iniciando um negócio ou se está precisando descobrir formas de captar esse recurso, continue lendo este artigo. Iremos abordar 6 formas de como conseguir capital de giro para empresa e explicar qual a modalidade é ideal de acordo com a sua situação.

Antes de falarmos sobre como conseguir o capital de giro para empresa, que tal entender um pouco melhor o que é capital de giro e qual é a sua importância?

Capital de giro: a manutenção da saúde da empresa

O capital de giro é fundamental para o crescimento e o sucesso de praticamente todas as empresas. Sem capital de giro suficiente, você não pode pagar sua equipe, comprar matérias-primas, cobrir seu aluguel ou pagar outras contas.

Segundo a Endeavor, o capital de giro é o resultado da diferença entre o dinheiro que você tem disponível e os valores que você tem a pagar.

Se você ainda não sabe ao certo o que é e como descobrir a real necessidade de capital de giro da sua empresa, sugerimos que leia o artigo; “De A a Z: Como calcular capital de giro de uma empresa [com fórmulas]”.

É importante que você entenda que conhecer esse número fornecerá informações sobre a liquidez de curto prazo de sua empresa. Quanto maior for o seu capital de giro, mais liberdade financeira você terá para crescer. Por outro lado, se o seu capital de giro for muito baixo ou ficar negativo, você deve tomar medidas para estabilizar esse valor imediatamente.

Existem algumas maneiras de como conseguir capital de giro para empresa. Separamos a seguir algumas sugestões e dicas que podem ajudar você neste momento.

Conheça 6 maneiras de como conseguir capital de giro para empresa [+ BÔNUS]

1. Aporte dos sócios

Se você está se perguntando, “como conseguir capital de giro para minha empresa?”, a primeira sugestão é: remexer as economias e buscar entre os sócios um aporte financeiro para a empresa.

A quem se destina? As empresas que estão logo no início das suas operações, em geral, contam com o investimento dos próprios sócios, mas não só elas. Se o seu negócio precisa de um investimento rápido, sem muita burocracia, o aporte dos sócios é uma boa opção.

Outro ponto positivo é que, nestes casos, a empresa não precisará pagar juros, pelo menos não na maioria dos casos (os sócios devem acordar entre si como será a restituição desse aporte).

O lado negativo é que a empresa é feita para dar lucro e neste caso está descapitalizando os sócios. Mas com muito trabalho, essa será apenas uma fase passageira.

2. Renegociação das dívidas e parcelamentos

Essa não é exatamente uma forma de como conseguir capital de giro para empresa, mas é uma maneira de diluir os custos do negócio a curto prazo.

Essa estratégia pode dar certo, pois o lado da equação da necessidade de capital de giro que aborda os custos, vai ter seu valor diminuído. Dessa forma, em alguns casos, a empresa terá capital para arcar com seus compromissos.

Neste modelo você simplesmente renegociou os prazos de pagamento, reduzindo o valor das parcelas (mesmo que aumentando o número de parcelas).

A quem se destina? Se a sua empresa não precisa de muito para fechar as contas do mês e se você não terá problemas ao aumentar o número de parcelas de financiamentos antigos, essa pode ser uma boa opção.

Agora, se você renegociar esse mês e já perceber que mês que vem precisará renegociar novamente, sugerimos que analise outras opções de como conseguir capital de giro para empresa.

3. Antecipação de recebíveis

Essa é uma das maneiras mais conhecidas entre empresários para conseguir capital de giro de maneira rápida. Como o próprio nome sugere, ao antecipar os recebíveis uma empresa está antecipando o recebimento de um pagamento de cliente que só seria feito nos próximos meses.

Atualmente quase todo mundo oferece formas de pagamento a prazo para sua clientela. Essa é uma maneira de incentivar o consumo, seja no varejo ou no atacado. Se esse é seu caso e você emitiu um boleto para um cliente, que tem 30 (ou 60, 90, 120) dias para pagar, você pode ir até uma instituição financeira que faz a antecipação de recebíveis (securitizadoras e factorings) e receber o valor do boleto com um desconto quase que imediatamente.

A taxa de juros da antecipação gira em torno de 3 a 12% a.m.

A antecipação pode ser realizada também com pagamentos realizados por meio de cheques e cartões de crédito.

A quem se destina? Empresas que tem um bom volume de recebíveis futuros e estão passando por um problema temporário, podem se beneficiar com essa modalidade. É importante, entretanto, que essa prática não se torne um hábito.

Mesmo com juros menores, se ao antecipar seus recebíveis, em um futuro próximo esse dinheiro antecipado for fazer falta em seu caixa você só estará adiando um problema e não o resolvendo.

Acompanhe seu fluxo de caixa de perto e veja se o valor adiantado agora não fará falta lá na frente. Caso você realmente vá precisar desse valor nos próximos meses, talvez seja melhor buscar por outra maneira de conseguir capital de giro para sua empresa.

Se você se interessou e quer mais informações sobre esse método de conseguir capital de giro para sua empresa, sugerimos que acesse o conteúdo; Como funciona antecipação de recebíveis: quando solicitar?”

4. Sale & Leaseback

Talvez, ao perguntar, como conseguir capital de giro para minha empresa, você nunca tenha ouvido falar dessa opção. Trata-se de um acordo entre um investidor e a empresa que precisa do dinheiro para o capital de giro (ou outro investimento).

Nesse formato, a empresa vende o imóvel para o investidor ao mesmo tempo, em que o aluga, em contrato com o novo proprietário.

Sua empresa consegue uma grande quantidade de dinheiro, pagando taxas menores (do que as de um financiamento tradicional em banco). Esse custo reduzido já considera o pagamento do aluguel. Quando o contrato é encerrado o imóvel volta a ser do proprietário original, ou seja, da empresa.

A quem se destina? Obviamente, o modelo só atende a empresas que tenham um imóvel próprio. Além desse fator, é necessário encontrar alguém que concorde em ser seu o investidor. Tendo esses dois pontos em mãos, fazer um acordo Sale & Leaseback pode ser uma boa opção, afinal os juros reduzidos são sempre desejados.

5. Conta garantida

Provavelmente você á ouviu falar em cheque especial, então, a conta garantida é parecida com esse modelo, mas tem uma vantagem sobre ele: suas taxas são mais atrativas.

Também trata-se de um crédito rotativo, mas o banco recebe uma garantia de pagamento, podendo ser uma hipoteca e até mesmo cheques. Eles subsidiam a liberação do dinheiro.

A quem se destina? Quase todas as empresas podem ter acesso a essa forma de conseguir capital de giro, mas é preciso ficar atento. Apesar de atrativa, a opção pode ter uma alta incidência de impostos.

6. Empréstimos bancários para pessoa jurídica

Essa opção é muito utilizada por empresários de todos os setores, com o objetivo de conseguir capital de giro para a empresa.

É importante que a empresa faça um planejamento financeiro detalhado, com o levantamento de valores reais, antes de solicitar o empréstimo. Planeje também qual o valor teto da parcela para que ela não se torne mais um problema futuramente e em quanto tempo pretende quitar o empréstimo. Seja realista nessa hora!

Sugerimos também que a empresa faça uma pesquisa entre os bancos nos quais confia para comparar taxas, juros, multas e o custo efetivo total do empréstimo, garantindo que esteja fazendo o melhor negócio possível, com as menores taxas.

A quem se destina? Quase todas as empresas podem conseguir um empréstimo em uma instituição como os bancos. Sua empresa irá passar por uma análise de crédito e se aprovada receberá o dinheiro combinado.

É importante, entretanto, analisar se as opções anteriores não se encaixam na realidade de sua empresa, uma vez que, no geral, possuem taxas menores do que as praticadas pelos bancos.

[Bônus] Plataforma de democratização do crédito

A tecnologia trouxe muitos benefícios para o nosso cotidiano, principalmente para as empresas. No caso de quem está se perguntando “como conseguir capital de giro para minha empresa” não seria diferente.

Com a utilização da tecnologia, é possível que o empresário tenha acesso a um crédito com redução de taxas e de maneira muito mais rápida e fácil do que em um banco tradicional, ou mesmo do que outras modalidades, como as apresentadas aqui.

Mas se você ainda tem medo de fazer transações digitais, sugerimos que leia o material;Fazer empréstimo online é seguro? Aprenda os cuidados na hora de realizar um”. Neste artigo você encontrará dicas importantes para colher o melhor da tecnologia e das transações financeiras online de maneira segura.

O sistema de financiamento online da GYRA+ é 100% seguro e está inserido nessa realidade moderna e empreendedora. A plataforma fornece capital de giro para empresas investirem em seus negócios.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre;
  • análise realizada e, se aprovado, dinheiro em até 72h na sua conta.

Faça uma avaliação para empréstimo capital de giro no simulador e descubra o crédito que cabe no seu negócio.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.