Como utilizar o Instagram a favor da sua loja virtual - GYRA+

Como utilizar o Instagram a favor da sua loja virtual

Instagram-gyramais

Criar uma loja virtual é o primeiro passo para quem deseja gerenciar um negócio com mais agilidade e elaborar uma identidade exclusiva para a própria marca. Contudo, para desenvolver uma estratégia de marketing sólida e fazer o empreendimento decolar, é essencial investir em canais de vendas secundários, como o Instagram.

De acordo com o Hootsuite, o Instagram já conta com 1 bilhão de usuários ativos mensalmente e mais de 500 milhões de acessantes todos os dias. 80% dos instagrammers seguem ao menos um perfil comercial (dentre os 25 milhões cadastrados!) e 60% deles descobrem novos produtos por tal rede social.

Logo, fica bastante clara a possibilidade de alcançar seus potenciais clientes no Instagram, afinal, ele vem se popularizando a cada dia entre as mídias online disponíveis. Com isso em mente, separamos quatro dicas para você aprender a utilizá-lo a favor da sua loja virtual. Vamos lá?

1. Instagram comercial 

O perfil comercial é uma modalidade de conta do Instagram e seu principal objetivo é o de oferecer gratuitamente um ambiente mais completo para quem possui um negócio. Através dele, é possível configurar ferramentas extras (como o Instagram Shopping e o Instagram Ads), responder directs pelo PC e ter acesso ao Instagram Insights.

O Instagram Insights (ou “Informações do Instagram”) é uma seção da conta comercial que reúne todas as estatísticas do seu perfil – desde métricas sobre suas publicações a informações mais detalhadas sobre os seus seguidores -, que podem ser encontradas entre as abas de Atividade, Conteúdo e Público.

Na parte Atividade, estão os relatórios sobre as interações que suas postagens alcançam semanalmente, além de indicações sobre como novos seguidores te encontram. Na divisão Conteúdo, estão as estatísticas sobre Stories e anúncios e, na de Público, dados sobre quem te acompanha (idades, localizações, horários com maiores picos etc). 

Para mudar do Instagram pessoal para o comercial, basta entrar nas configurações do seu perfil e selecionar a opção de migração. Para qualquer dúvida, confira passo a passo na Central de Ajuda do Instagram. Contando com essa modalidade, você com certeza tomará decisões mais certeiras sobre quais horários e formatos de conteúdo agradam as personas do seu negócio.

2. Instagram Stories

Lançado em 2016, os Stories somaram um novo cenário ao Instagram. Segundo o Hootsuite, essa ferramenta é acessada diariamente por mais de 500 milhões de pessoas ao redor do globo. Diferentemente das fotos e vídeos permanentes no feed, nos Stories, as publicações ficam disponíveis apenas por 24 horas – exceto quando adicionadas aos Destaques.   

Os Destaques se localizam abaixo da biografia de qualquer perfil, inclusive dos pessoais. A Hering, por exemplo, tem utilizado a função para divulgar ações específicas da marca, como as campanhas do Dia dos Pais e da coleção limitada e inspirada no novo filme do Rei Leão – ambas com a participação de influenciadores digitais.

(@hering_oficial)

Contudo, o Instagram Stories não serve apenas para veicular grandes lançamentos, ele também estende-se como um meio de apresentar melhor o seu negócio e a rotina da sua equipe de trabalho. Você pode, por exemplo, gravar cenas do dia a dia, como o momento em que os produtos são separados para envio. 

O compartilhamento de tendências do seu nicho também é bastante adequado a esse formato dos Stories: se você vende vestuário e uma nova estação está para chegar, é uma ótima oportunidade para revelar quais serão as cores e estampas em alta. São inúmeras as alternativas, inspire-se e não tenha receio de testar diferentes conteúdos.  

3. Instagram Shopping

A funcionalidade Shopping, por sua vez, chegou ao universo do Instagram em março de 2018 aqui no Brasil. Com foco na tendência mobile e no comércio eletrônico, através dela, você tem a chance de aumentar o tráfego da sua loja virtual em 98% e o faturamento em aproximadamente 45%, de acordo com cases compartilhados pela própria rede social.  

A partir da vinculação do catálogo de produtos do seu e-commerce pelo Gerenciador de Negócios do Facebook, o Instagram Shopping permite que você marque, em fotos do feed e do Instagram Stories, produtos da sua marca (até 5 em uma única imagem ou 20 em carrossel): 

(@hering_oficial)

Como nesse exemplo da Hering, além da etiqueta conter o nome e o preço do produto, ao ser clicada, pode rapidamente redirecionar o seguidor para a sua loja virtual – mais especificamente para a página do produto -, o que facilita e agiliza (e muito!) o fechamento da compra. 

Segundo o Instagram, 130 milhões de usuários tocam em publicações de compras mensalmente. Assim, não deixe de apostar nessa tendência, pois a função Shopping transformará o seu perfil em uma vitrine imersiva e bastante poderosa para converter cada vez mais. 

4. Instagram Ads

Por fim, o Instagram Ads, diferentemente das estratégias anteriores, é uma abordagem de anúncios pagos. Segundo o Hootsuite, mais de 30% dos instagrammers afirmam adquirir produtos a partir de divulgações feitas nessa mídia social. Além disso, conteúdos publicados no Instagram geram 30% mais engajamento, quando comparados aos do Facebook.

As campanhas pelo Instagram Ads são executadas tanto no feed, quanto nos Stories. Para configurá-las, também é necessário acessar o Gerenciador de Negócios do Facebook, onde você poderá definir: o objetivo do anúncio, as características do público que deseja atingir, o orçamento que está disposto a aplicar e os formatos da publicidade.

Os formatos variam de imagem e vídeo (com foco no reconhecimento da marca e no aumento de visitas) a carrossel, multimídia e coleção (que viabilizam a combinação de diferentes modelos). Mas não se esqueça: para ter acesso ao Instagram Ads e ao Instagram Shopping é essencial ter uma conta comercial, citada no primeiro tópico deste artigo. 

E aí, preparado para ter um negócio de sucesso? Vender pela internet não é tarefa fácil, contudo, utilizando canais complementares, como o Instagram, as possibilidades de conversão são enormes. Esperamos que as dicas anteriores tenham te ajudado a entender mais desse universo online. Boa sorte! 

Este guest post foi escrito por Raquel Lisboa, editora de conteúdo na Nuvemshop – plataforma de e-commerce líder na América Latina, que atende desde PMEs a grandes operações.