Inbound Marketing para loja virtual: 5 etapas da estratégia

Inbound Marketing para loja virtual: 5 passos para aplicar a estratégia

Inbound marketing para loja virtual

Você criou um e-commerce e agora está em busca de ações que mostrem sua loja para os seus potenciais clientes e os tornem clientes reais? Então, muito mais importante que fazer ações pontuais de vendas, você deve investir no Inbound Marketing para loja virtual.

Inbound é o jargão da indústria para o conjunto de ações de marketing que focam em colocar sua marca onde seus clientes estão, para que eles comprem de você “naturalmente”. Enquanto isso, o outbound marketing se concentra em encontrar, interromper e lançar clientes em potencial.

Inbound marketing para loja virtual

A seguir, criamos um manual com as principais estratégias de Inbound Marketing para loja virtual. Os detalhes específicos de um plano de marketing para e-commerce, variam de loja para loja, mas as dicas são como um caminho bem testado para todos os negócios.

Inbound marketing para loja virtual

# 1 Atrair leads mais qualificados

Sim, seu foco deve ser direcionar mais tráfego para seu site, mas nem todo tráfego é criado igualmente. Qualificar seus visitantes, é um passo muito importante na filtragem das vendas reais e dos usuários obsoletos.

Construir seu site para seguir as práticas recomendadas de SEO e limpar páginas que não geram tráfego ou receita são estratégias perfeitas para páginas de destino e sites, mas como elas se traduzem em vendas online?

Comece por otimizar suas categorias, tags de produto e relevância de pesquisa, mas não pare por aí. Expanda sua rede de palavra-chave! Identifique “lacunas de palavras-chave” e crie páginas fundamentais adicionais.

Implemente uma estratégia de conteúdo para segmentar clientes em potencial em todos os estágios do funil de vendas.

Em uma estratégia de Inbound Marketing para loja virtual, a aquisição de visitantes mais qualificados exige uma combinação sólida de:

  • uma base de SEO (site);
  • redação de conteúdo básico (descrições de categorias / produtos e páginas);
  • criação de conteúdo estratégico (blog);
  • promoção e gerenciamento de mídia social.

Para compreender como realizar ações de marketing nos diferentes canais de atração, indicamos a leitura de; Marketing digital para ecommerce: o que há além do Ads”.

# 2 Converter visitantes em leads

Com um site típico, um formulário de contato ou boletim informativo é tudo o que você precisa para converter visitantes em leads. Com o e-commerce, por outro lado, estamos criando um perfil de seu visitante e definindo o tipo de produto que ele ou ela prefere, muito antes de, efetivamente, realizar uma compra.

Antes de nos aprofundarmos na conversão de leads da sua loja de comércio eletrônico, vamos primeiro definir o que é um lead para um site de comércio eletrônico.

Com certeza, argumenta-se que um visitante é um lead. Os visitantes são acompanhados durante a visita ao seu site com cookies do navegador e segmentados em várias plataformas de anúncios. Você pode até mesmo se envolver com eles usando chatbots com inteligência artificial em seu site ou diretamente com o Facebook Messenger. Mas isso faz deles uma oportunidade? Não.

Aqui está o porquê: um visitante pode deixar seu site a qualquer momento e nunca mais voltar, mas um lead é capturado e acompanhado como um cliente interessado. Então, essencialmente, um visitante se torna um lead quando preenche um formulário ou fornece informações pessoais para o seu site. Essa informação é tipicamente um endereço de e-mail que pode ou não ser acompanhado de outras informações, como um nome ou número de telefone, etc.

Então, como um site de comércio eletrônico pode converter leads reais?

Usar um provedor de serviços de e-mail marketing para ecommerce, como o MailChimp ou uma plataforma de automação de marketing como a LAHAR, permitirá que você configure fluxos de trabalho automatizados que geram uma lista completa de novos leads com base em diferentes fatores, como:

  • compradores de carrinho abandonados;
  • compradores mais frequentes;
  • visitantes mais frequentes;
  • produto na wishlist
  • acesso frequente a um mesmo grupo de produtos;
  • maiores gastadores e muito mais.

Segmente esses tipos diferentes de leads com ações ou fluxos de trabalho personalizados que são acionados automaticamente por ações específicas que o lead pode realizar em seu site de comércio eletrônico e em suas ferramentas de comunicação, como e-mail marketing.

# 3 Convertendo leads em clientes

Então você chegou até aqui, com suas listas de leads sendo preenchidas, com os visitantes do site convertidos em leads. O que fazer agora? Ter um software de automação de marketing em vigor ajudará você a cultivar leads e criar um funil de marketing de e-commerce saudável.

Sem a automação de marketing, seu trabalho será um pouco complicado, mas você ainda pode converter esses leads em clientes. Comece por se fazer algumas perguntas:

  • Você está coletando endereços de e-mail?
  • Você está segmentando seus leads?
  • Você configurou fluxos de trabalho automatizados para segmentar diferentes tipos de leads?

Se você não puder responder “SIM” a cada uma dessas perguntas, estará perdendo possíveis clientes.

Use essa pequena lista de ideias de automação de marketing para começar a converter mais leads de comércio eletrônico em clientes reais e pagantes:

  • e-mail de boas-vindas e integração a novos leads;
  • feeds de produtos e recomendações (canais de vendas);
  • faça ações segmentadas por perfil de visitantes;
  • tente converter carrinhos abandonados.

De acordo com o Baymard Institute, uma empresa de pesquisa na web baseada no Reino Unido, 69,23% dos carrinhos de compras online estão abandonados. Imagine se você pudesse transformar essa estatística de quase 70% em vendas de clientes. Isso seria enorme para seus resultados! Converter esse número em vendas também é Inbound Marketing para loja virtual!

Inbound marketing para loja virtual

# 4 Transformando Clientes em Promotores

Agora que os clientes e as vendas estão fluindo, é hora de transformá-los em promotores de sua marca: pessoas felizes em promover sua marca nas redes sociais ou diretamente para amigos e desconhecidos.

O truque é descobrir uma maneira de “impressionar” seus clientes, causar uma impressão em sua vida ou resolver um problema. Novamente, usar uma plataforma de automação de marketing, pode ajudar a simplificar e impulsionar esse processo automaticamente.

Existem várias maneiras fáceis de ficar na frente de seus clientes de comércio eletrônico usando a automação de marketing:

  • defina ciclos de vida pós-compra: envie mensagens personalizadas e oportunas com CTAs (call to action);
  • crie campanhas de reabastecimento preditivas: lembre os clientes de suas compras frequentes;
  • faça campanhas de reengajamento: você corre o risco de perder um cliente? Volte a engaja-lo;
  • automação de retenção incentivada: incentive seus melhores clientes.

Estas são apenas algumas das estratégias de Inbound marketing para loja virtual, usadas para transformar os compradores de primeira viagem ou os clientes existentes em clientes recorrentes e aumentar o valor de CLV ou tempo de vida do cliente. Mas ainda não convertemos esses clientes em máquinas de promoção. Combinar qualquer uma das táticas acima com excelente suporte ao cliente certamente o levará na direção certa.

Outra ótima maneira de construir elogios é através de sua própria organização. Não tenha medo de instruir sua equipe e incentivá-los a promover adequadamente sua marca online. Um funcionário feliz irá promovê-lo dentro e fora do horário comercial!

# 5 Medindo, analisando e interpretando

Então agora as engrenagens estão lubrificadas e o dinheiro está sendo canalizado. Mas como eu tenho certeza de que a minha estratégia de Inbound Marketing para loja virtual está realmente funcionando? Análise e monitoramento.

Existem várias maneiras de coletar relatórios e filtrar seus dados de visitantes. Pode ser bastante impressionante pela primeira vez o dono da loja de e-commerce, mas depois de alguns pequenos tutoriais, você pode facilmente ler, medir e prever eficiências de vendas para descobrir quais produtos estão vendendo mais através de seus canais de automação de marketing.

Não precisa ser tão complicado quanto parece, se você usar algumas ferramentas incríveis, como os painéis do Google Analytics. Eles são uma ótima maneira de combinar dados em um layout de tela única que mostra os diferentes graus de dados do visitante e as profundidades que estão no funil de marketing de vendas.

Essa é a estratégia Inbound Marketing que eu mapearia para qualquer loja online. É uma alternativa de médio e longo prazo, mas é um plano que você pode implementar rapidamente dividindo cada seção em etapas pequenas e factíveis.

Para colocar em prática todas essas e outras ações de marketing para o seu e-commerce, é necessário fazer investimentos nos diferentes canais de atração, nutrição e conversão.

Se você quer investir no marketing de seu ecommerce mas está precisando de capital, está na hora de conhecer a Gyra+. Com nossa plataforma para financiamentos online, voltada para empreendedores digitais, você consegue seu empréstimo seguro, em três passos simples:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre;
  • análise realizada e, se aprovado, dinheiro em até 72h na sua conta.

A avaliação é feita de forma segura e sigilosa e os pagamentos são divididos em até 12 vezes. Faça uma avaliação no simulador de empréstimo empresarial e descubra o crédito que cabe no seu negócio.