O que é gestão de estoque? Como funciona o controle?

O que é gestão de estoque e sua importância nas empresas

gestao=gyra+

O impacto do controle de estoque em uma empresa é enorme. Tanto nas que fabricam produtos e estocam matéria-prima quanto nas que vendem produtos finalizados. Entender o que é gestão de estoque e todos as funções envolvidas ajuda a ter um processo de produção mais eficiente e a extrair o melhor das vendas.

A gestão de estoque está no centro de todas as atividades de negociação. De comprar, vender até manter o estoque organizado. Por isso, usar técnicas de controle de estoque desempenha um papel significativo. 

Entenda o que é gestão de estoque, como funciona, o que faz um gestor de estoque e as vantagens de ter um sistema bem organizado na sua empresa. 

O que é gestão de estoque?

A gestão de estoque é uma técnica de controle, armazenamento e acompanhamento dos itens estocados. 

O gerenciamento é um componente essencial do monitoramento da cadeia de suprimentos, pois regula todas as operações envolvidas desde o momento em que um item entra em uma fábrica/loja até ser comprado/despachado para o cliente.

Para simplificar, a gestão de estoque ajuda a otimizar as operações, organizar os recursos e maximizar os retornos. 

atividades-gestao-estoque

Continue lendo e entenda mais sobre o como a gestão de estoque impacta uma empresa.

Como funciona a gestão de estoque em uma empresa

Para entender exatamente como a gestão de estoque afeta os negócios de uma empresa, é essencial percorrer os níveis que compõem uma organização. 

Uma organização é composta de três níveis — estrutura, processo e sistema. Cada um desses níveis é necessário para o funcionamento geral da organização. 

A estrutura determina os elementos cruciais do negócio, o processo define a sequência de etapas que precisam ser executadas para atender aos objetivos da organização e o sistema alinha os elementos com o processo e resolve problemas organizacionais.

A gestão de estoque funciona em todos esses níveis. Para entender seu papel em cada nível, vamos compará-lo com o funcionamento interno de um carro.

1 – Gestão de estoque como estrutura

A gestão de estoque forma a estrutura de uma organização, como uma estrutura de chassi faz para um veículo. 

A estrutura do chassi é a base de um carro. Ele atua como uma plataforma que interliga diferentes componentes, como caixa de velocidades, motor, rodas e eixos. 

Todos esses componentes são parafusados nesse quadro para manter o carro unido. A estrutura do chassi mantém o motor seguro e as rodas alinhadas. Na ausência dele, nem o motor nem as rodas podem cumprir seu objetivo.

Da mesma forma, a gestão de estoque protege os principais componentes da sua organização, como Marketing e Finanças. Cada um desses componentes tem objetivos específicos diferentes. 

A gestão de estoque assegura o cumprimento das metas de marketing, garantindo que os itens certos estejam disponíveis no momento certo e mantém suas finanças alinhadas, controlando o fluxo de caixa e o giro de estoque.

2- Gestão de estoque como um processo

Um veículo é ligado quando determinados processos são acionados com sucesso. Quando você liga a chave, as velas de ignição se conectam à bateria e à bobina de ignição, o motor elétrico aciona o motor, a energia é fornecida às rodas e você sai do lugar. 

Todo esse processo é composto por uma série de ações executadas por unidades individuais. Quando uma ação é concluída, a unidade seguinte dá o próximo passo e assim por diante. E tudo isso acontece fora da vista — você não vê o funcionamento interno, mas vê os resultados.

Para uma organização, a gestão de estoque configura os processos que levam ao fechamento de um negócio ou à venda. Assim como em um mecanismo, o processo em uma organização ocorre principalmente nos bastidores. 

Geralmente envolve tarefas como gerenciamento de pedidos, armazenamento, embalagem e remessa. Quando você recebe um pedido do seu cliente, o gestor de estoque se encarrega de fazer a separação e preparar o pedido de vendas e fatura.

Após a confirmação do pedido, o processo de administração de armazém identifica o local do estoque e o envia para sua loja ou despacha para o cliente. 

Então, assim como as rodas, o processo de embalagem e transporte coloca o item em movimento. Garante que ele seja embalado, despachado e entregue ao cliente no prazo e com segurança. 

A gestão de estoque permite que cada componente desse processo execute sua etapa e contribua para alcançar o fim desejado.

Leia também o post: Como calcular o prazo médio de estocagem e evitar que o produto fique parado [com fórmula].

3 – Gestão de estoque como um sistema

Imagine que você está dirigindo na estrada e deseja acelerar o motor. Quando você pisar no acelerador, o motor responderá automaticamente e os componentes corresponderão também automaticamente para executar a operação. 

As engrenagens, o motor e as rodas aumentam o giro para fazer a alteração sem a sua intervenção. Os próprios componentes criam um sistema, que é um conjunto de regras sobre como gerenciar flutuações ou mudanças. 

Com um sistema, as peças são capazes de trabalhar como um todo para responder a novas condições.

A  gestão de estoque atua como um sistema para sua organização. Se sua empresa cresce ou muda, sua estrutura e processo trabalham juntos para aumentar e se adaptar. 

Suponha que você abra uma loja ou fábrica em um novo local para expandir suas vendas/produção. Sua gestão de estoque atua como um sistema para orientar a organização, respondendo às mudanças nas condições. 

As equipes de marketing, armazém e vendas podem se ajustar para buscar os novos objetivos e referências, sincronizando seus esforços por meio de ferramentas de controle de estoque

Você não precisa começar do zero. O sistema mostra quais alterações nas configurações e planos atuais são necessárias para atingir seu novo objetivo.

Aliado a esse controle estão os indicadores de controle de estoque que você deve gerenciar para ter processos cada vez mais eficientes. 

O CMV também é outro indicador fundamental na gestão de estoque. Ensinamos neste outro post a fórmula para calcular o CMV.

Gestão de estoque = mais investimento!

Com uma gestão eficiente, você sabe o prazo médio de renovação do estoque na sua empresa. 

Tendo seu processos alinhados, você tem tempo para estudar as oportunidades de mercado que vai investir, além de se planejar financeiramente.

Consulte as condições de financiamentos que a Gyra+ oferece para empreendedores digitais atingirem todo o potencial do seu negócio.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre, Pagseguro, Bling ou Skyhub;
  • a análise será realizada e, se aprovada, o dinheiro cai em até 72h na sua conta.

Faça uma avaliação no simulador de financiamento para empresas e descubra o crédito que cabe no seu negócio.