Como calcular a necessidade de capital de giro de uma empresa

Como calcular a necessidade de capital de giro de uma empresa

como-calcular-necessidade-capital-giro

O capital de giro representa a capacidade de uma empresa de pagar seu passivo circulante com seus ativos circulantes. Você sabe como calcular a necessidade de capital de giro de uma empresa?

Esse capital é uma medida importante da saúde financeira de uma empresa. Os credores podem usá-lo para medir a capacidade de pagar suas dívidas no curto prazo ou em menos de um ano.

O capital de giro representa a diferença entre o ativo circulante e o passivo circulante de uma empresa.

O desafio é determinar a categoria apropriada para a vasta gama de ativos e passivos em um balanço corporativo e decifrar a saúde geral de uma empresa no cumprimento de seus compromissos de curto prazo.

Tem dúvidas sobre como calcular a necessidade de capital de giro e qual a fórmula utilizada para determinar a necessidade de capital de giro? Continue lendo este post.

Componentes do capital de giro

Ativos correntes

Os ativos atuais representam as coisas que uma empresa possui – tangíveis e intangíveis – que podem facilmente se transformar em caixa dentro de um ano ou um ciclo de negócios, o que for menor.

Categorias mais óbvias incluem:

  • contas correntes e de poupança;
  • títulos negociáveis ​​altamente líquidos, como ações, títulos, fundos mútuos e ETFs;
  • contas do mercado monetário;
  • caixa e equivalentes de caixa;
  • contas a receber, estoques e outras despesas antecipadas de curto prazo.

Outros exemplos incluem ativos circulantes de operações descontinuadas e juros a pagar.

Os ativos circulantes não incluem investimentos de longo prazo ou sem liquidez, como certos fundos de hedge, imóveis ou itens colecionáveis.

Passivo circulante

De forma semelhante, os passivos correntes incluem todas as dívidas e despesas que a empresa espera pagar dentro de um ano ou um ciclo de negócios, o que for menor.

Isso normalmente inclui todos os custos normais de funcionamento da empresa, como:

  • aluguel;
  • utilitários;
  • materiais e suprimentos;
  • pagamentos de juros ou principal sobre dívida;
  • contas a pagar;
  • passivos acumulados;
  • imposto de renda acumulado.

Outros passivos circulantes incluem dividendos a pagar, arrendamentos de capital vencidos em um ano e dívidas de longo prazo que estão vencendo.

Necessidade do capital de giro para uma empresa

Um negócio saudável terá ampla capacidade de saldar seu passivo circulante com ativos circulantes. Daí a importância de saber como calcular a necessidade de capital de giro.

Uma proporção maior ou superior a 1 significa que os ativos da empresa podem ser convertidos em dinheiro a uma taxa mais rápida. Quanto maior o índice, maior a probabilidade de uma empresa pagar seus passivos e dívidas de curto prazo.

Um índice mais elevado significa também que a empresa pode facilmente financiar as operações do dia-a-dia. Quanto mais capital de giro uma empresa possui, talvez não tenha que assumir dívidas para financiar o crescimento de seus negócios.

Uma empresa com um índice inferior a 1 é considerada arriscada pelos investidores e credores, uma vez que demonstra que a empresa poderá não conseguir cobrir a sua dívida, se necessário. Quando o índice atual atinge menos de 1 é conhecido como capital de giro negativo.

Um índice mais rigoroso é o índice de liquidez rápida, que mede a proporção de liquidez de curto prazo em relação ao passivo circulante.

A diferença entre este e o índice atual está no numerador, onde o lado do ativo inclui caixa, títulos negociáveis ​​e recebíveis. O índice de liquidez rápida exclui estoques, o que pode ser mais difícil de transformar em caixa no curto prazo.

Leia também: Quando fazer um empréstimo? 4 situações em que vale a pena.

Como calcular a necessidade de capital de giro de uma empresa

Agora que entendemos o que é o capital de giro e suas variáveis, vamos mostrar como calcular o capital de giro necessário.

O capital de giro é calculado usando o índice atual, que é o ativo circulante dividido pelo passivo circulante.

Uma razão acima de 1 significa que os ativos atuais excedem os passivos e, quanto maior a proporção, melhor.

calcular-capital-de-giro-formula

Fórmula necessidade de capital de giro: exemplo Coca-Cola

A Coca-Cola Company tinha ativos circulantes para o ano fiscal encerrado em 31 de dezembro de 2017, avaliados em US$ 36,54 bilhões.

Os ativos circulantes incluem:

  • caixa e equivalentes de caixa;
  • investimentos de curto prazo;
  • títulos e valores mobiliários;
  • contas a receber;
  • estoques;
  • despesas antecipadas;
  • ativos mantidos para venda.

A Coca-Cola tinha passivo circulante para o ano fiscal que terminou em dezembro de 2017, totalizando US$ 27,19 bilhões. Os passivos correntes incluíam:

  • contas a pagar;
  • despesas provisionadas;
  • empréstimos e notas a pagar;
  • vencimentos atuais de dívidas de longo prazo;
  • impostos de renda;
  • passivos mantidos para venda.

Usando as informações fornecidas sobre a Coca-Cola acima, o índice atual da empresa é:

  • US$ 36,54 bilhões ÷ US$ 27,19 bilhões = 1,34

Benefícios de saber a necessidade de capital de giro

O capital de giro representa a quantia de dinheiro que uma empresa manteve depois de contabilizar todas as despesas a serem incorridas nos próximos 12 meses.

É calculado subtraindo-se o passivo circulante do ativo circulante, de modo que é um reflexo da liquidez de curto prazo e da eficiência operacional de uma empresa. Por isso é importante aprender como calcular a necessidade de capital de giro.

Se os ativos atuais forem maiores do que os passivos, a empresa tem capital de giro positivo, o que significa que tem dinheiro extra disponível para financiar projetos de crescimento.

Isso também significa que a empresa possui uma boa rede de segurança no caso de ter em uma despesa inesperada, como uma manutenção/troca de equipamento não programada ou uma ação judicial.

Por outro lado, uma empresa tem capital de giro negativo se seus passivos correntes ultrapassarem seus ativos atuais. Embora algumas corporações muito grandes sejam capazes de funcionar com capital de giro negativo ano após ano, isso é considerado um sinal de dificuldades financeiras para a maioria das empresas.

A fórmula para calcular o capital de giro é direta, mas dá uma ótima visão sobre a saúde financeira de curto prazo de uma empresa.

O índice de liquidez rápida é outro um indicador ainda melhor de liquidez de curto prazo e pode ser importante para os fornecedores e credores entenderem, bem como para os investidores avaliarem como uma empresa pode lidar com as obrigações de curto prazo.

O valor do capital de giro deve ser avaliado periodicamente ao longo do tempo para garantir que não ocorra desvalorização, pois as operações contínuas exigem capital de giro suficiente.

Sua empresa está em busca de capital de giro para os negócios? Conheça o sistema de financiamento online da Gyra+ que avalia de forma rápida e segura sua capacidade para um empréstimo.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre;
  • análise realizada e, se aprovado, dinheiro em até 72h na sua conta.

Faça uma  avaliação no simulador de financiamento para empresas e descubra o crédito que cabe no seu negócio.

Deixe um comentário

Você deve estar logado para postar um comentário.