Gestão financeira empresarial: o que é, funções e importância - GYRA+

O que é gestão financeira empresarial e por que implementá-la?

o-que-e-gestao-financeira

A função básica do planejamento financeiro é administrar uma empresa, assim como saber falar uma determinada língua ao visitar um país estrangeiro é um facilitador para a comunicação. E para saber planejar, é preciso entender o que é gestão financeira empresarial.

Não é suficiente saber apenas que você precisa vender. Você precisa planejar todo o processo para ter sucesso no controle financeiro.

O que é gestão financeira empresarial?

A gestão financeira empresarial significa planejamento, organização, direção e controle das atividades financeiras, tais como aquisição e utilização de fundos da empresa. Isso significa aplicar princípios gerais de gerenciamento aos recursos financeiros da empresa.

Escopo/Elementos da gestão financeira

As decisões de investimento incluem investimento em ativos fixos (chamado de orçamento de capital). O investimento em ativos circulantes também faz parte das decisões de investimento chamadas de decisões de capital de giro.

Decisões financeiras – Relacionam-se ao levantamento de financiamento de vários recursos que dependerão da decisão sobre o tipo de fonte, o período de financiamento, o custo do financiamento e o retorno do mesmo.

Decisão de dividendos – O gerente financeiro deve tomar decisões com relação à distribuição de lucro líquido. Os lucros líquidos são geralmente divididos em dois:

  1. Dividendos para os donos – Dividendo e sua taxa devem ser decididos;
  2. Lucros retidos – O montante dos lucros retidos deve ser finalizado, o que dependerá dos planos de expansão e diversificação do empreendimento.

Objetivos da gestão financeira

A gestão financeira empresarial é geralmente relacionada com a aquisição, alocação e controle de recursos financeiros de uma empresa. Os objetivos podem ser:

  • Assegurar o fornecimento regular e adequado de fundos ao negócio;
  • Assegurar retornos adequados que dependerão da capacidade de ganho, preço de mercado da ação, expectativas dos donos;
  • Para garantir uma ótima utilização de fundos. Uma vez que os fundos são adquiridos, eles devem ser utilizados ao máximo da melhor maneira possível pelo menor custo;
  • Para garantir a segurança no investimento, os fundos devem ser investidos em empreendimentos seguros para que uma taxa de retorno adequada possa ser alcançada.
  • Planejar uma estrutura de capital sólida – Deve haver uma composição sólida e justa de capital para que seja mantido um equilíbrio entre dívida e capital acionário.

Funções do gerenciamento financeiro

1) Estimativa dos requisitos de capital: Um gerente financeiro deve fazer uma estimativa com relação aos requisitos de capital da empresa. Isso dependerá dos custos e lucros esperados e dos futuros programas e políticas do negócio. As estimativas devem ser feitas de maneira adequada, o que aumenta a capacidade de ganho das empresas.

2) Determinação da composição do capital: Uma vez que a estimativa tenha sido feita, a estrutura de capital deve ser decidida. Isso envolve análise de capital de dívida de curto e longo prazo. Isso dependerá da proporção do capital social que uma empresa possui e dos fundos adicionais que devem ser levantados de terceiros.

3) Escolha de fontes de fundos: Para fundos adicionais a serem adquiridos, uma empresa tem muitas opções como:

a) Emissão de ações e debêntures

b) Empréstimos a serem tomados de bancos e instituições financeiras

c) Depósitos públicos a serem sacados como forma de títulos.

A escolha do fator dependerá dos méritos e deméritos relativos de cada fonte e período de financiamento.

4) Investimento de fundos: O gerente financeiro deve decidir alocar fundos em empreendimentos lucrativos para que haja segurança no investimento e retornos regulares sejam possíveis.

5) Alienação do excedente: A decisão do lucro líquido deve ser tomada pelo gerente financeiro. Isso pode ser feito de duas maneiras:

a) Declaração de dividendos – Inclui a identificação da taxa de dividendos e outros benefícios, como bônus.

b) Lucros retidos – O volume tem que ser decidido, o que dependerá de planos de diversificação expansivos e inovadores da empresa.

6) Gestão de caixa: O gerente de finanças deve tomar decisões com relação à administração de caixa. O dinheiro é necessário para muitos propósitos, como pagamento de salários e vencimentos, pagamento de contas de eletricidade e água, pagamento a credores, cumprimento de obrigações correntes, manutenção de estoque suficiente, compra de matérias-primas, etc.

7) Controles financeiros: O gerente financeiro não deve apenas planejar, adquirir e utilizar os fundos, mas também deve exercer controle sobre as finanças. Isso pode ser feito por meio de várias técnicas, como análise de proporção, previsão financeira, controle de custos e lucros, etc.

Por que a gestão financeira empresarial é tão importante nos negócios?

A gestão financeira é uma das responsabilidades mais importantes dos proprietários e gerentes de negócios. Eles devem considerar as possíveis consequências de suas decisões gerenciais sobre os lucros, o fluxo de caixa e as condições financeiras da empresa. 

As atividades de todos os aspectos de uma empresa têm impacto no desempenho financeiro e devem ser avaliadas e controladas periodicamente.

#1. Ciclos de vida de um negócio

A maioria das empresas experimenta perdas e fluxos de caixa negativos durante o período de inicialização. A gestão financeira empresarial é extremamente importante durante esse período. 

Os gerentes devem certificar-se de que têm dinheiro suficiente à disposição para pagar funcionários e fornecedores, mesmo que tenham mais dinheiro saindo do que entrando durante os primeiros meses do negócio. 

Isso significa que o proprietário deve fazer projeções financeiras desses fluxos de caixa negativos, de modo que ele tenha alguma ideia de quanto capital será necessário para financiar o negócio até que ele se torne lucrativo.

À medida que um negócio cresce e amadurece, precisará de mais dinheiro para financiar seu crescimento. Planejamento e orçamento para essas necessidades financeiras é crucial. 

Decidir se financiar a expansão internamente ou pegar emprestado de credores externos é uma decisão tomada pelos gerentes financeiros. 

A administração financeira está encontrando a fonte adequada de recursos ao menor custo, controlando o custo de capital da empresa e não deixando que o balanço se torne altamente alavancado com dívidas com um efeito adverso da sua taxa de crédito.

#2. Gestão financeira em operações normais

Em suas operações normais, uma empresa fornece um produto ou serviço, faz uma venda para o cliente, coleta o dinheiro e recomeça o processo. A administração financeira movimenta o caixa de forma eficiente através desse ciclo. 

Isso significa gerenciar as taxas de rotatividade de estoques de matérias-primas e produtos acabados, vender para os clientes e coletar os recebíveis em tempo hábil e recomeçar comprando mais matérias-primas.

Enquanto isso, o negócio deve pagar suas contas, seus fornecedores e funcionários. Tudo isso deve ser feito com dinheiro e é preciso uma gestão financeira empresarial astuta para garantir que esses fundos fluam com eficiência.

Mesmo que as economias tenham um histórico de longo prazo de subir, ocasionalmente elas também experimentarão declínios acentuados. As empresas devem planejar ter liquidez suficiente para resistir a essas crises econômicas, caso contrário, podem precisar fechar suas portas por falta de dinheiro.

Relatórios sobre operações de negócios

Toda empresa é responsável por fornecer relatórios de suas operações. Os donos querem informações regulares sobre o retorno e a segurança de seus investimentos. 

Os governos estaduais e locais precisam de relatórios para poderem cobrar o imposto sobre vendas. Os gerentes de negócios precisam de outros tipos de relatórios, com indicadores-chave de desempenho, que medem as atividades de diferentes partes de seus negócios.

Além disso, um sistema abrangente de gestão financeira empresarial é capaz de produzir os vários tipos de relatórios necessários para todas essas entidades diferentes.

Arquivando e pagando impostos

O governo está sempre por perto para cobrar impostos. A gestão financeira empresarial deve planejar o pagamento de seus impostos tempestivamente.

A gestão é uma habilidade importante de qualquer pequeno empresário ou gerente. Toda decisão que um proprietário faz tem um impacto financeiro na empresa e ele tem que tomar essas decisões dentro do contexto total das operações da empresa.

Precisa contratar uma empresa para fazer a terceirização de algum serviço? Você pode encontrar fornecedores para todos os serviços que sua empresa precisa em um único lugar com o oHub. Economize tempo e dinheiro e receba diversos orçamentos com um só pedido, direto no seu e-mail.