O que é Certificado Digital e pra que serve?

Descubra o que é Certificado Digital e pra que serve

o-que-e-certificado-digital

Você não acessa sua conta bancária online por medo de não ser seguro? Também não realiza compras por não confiar em transações online? E se contarmos a você que o ambiente online pode ser muito seguro?

Atualmente, é praticamente impossível tocar um negócio sem usar ferramentas de gestão empresarial baseadas na internet, para realizar atividades muito mais complexas do que as citadas acima.

Mas é comum que certa sensação de insegurança realmente aconteça em alguns casos. Porém, não deixe que isso impossibilite seu acesso às muitas facilidades e praticidades oferecidas no ambiente virtual.

Foi exatamente para dar mais confiança a alguns atos que realmente exigem uma segurança extra que foi criado o Certificado Digital.

Quer entender melhor o que é Certificado Digital e pra que serve?

Acompanhe nosso texto!

O que é Certificado Digital e pra que serve?

O certificado digital é a solução para dar segurança e elevar a confiabilidade das transações online. Estamos aqui falando do que há de mais moderno em relação à proteção de informações trocadas na internet.

O certificado digital, em resumo, é um arquivo eletrônico utilizado como assinatura digital. Possui garantia de validade jurídica e protege as transações eletrônicas e serviços realizados na internet.

Com a utilização de uma chave de segurança criptografada, ele garante às informações eletrônicas:

  • Segurança;
  • Confiabilidade;
  • Autenticidade;
  • Confidencialidade;
  • Integridade;
  • Veracidade.

Mas a criptografia, que impede alterações ou acesso indevido, não é a única tecnologia de segurança envolvida no Certificado Digital.

Ele ainda conta com uma senha PIN, cadastrada no ato da emissão e usada para realizar a assinatura digital.

E a senha PUK, uma chave de desbloqueio que deve ser usada caso a primeira seja esquecida.

Com tamanha segurança e confiabilidade, um Certificado Digital permite:

  • Assinar e enviar documentos pela internet;
  • Realizar transações bancárias;
  • Enviar de declarações da sua empresa;
  • “Login” em ambiente virtual com segurança;
  • Emitir nota fiscal eletrônica;
  • Reconhecer firma;
  • Acessar serviços do e-CAC;
  • Enviar a DIPJ;
  • Emitir CT-e;
  • Trocar e-mails seguros;
  • Realiza compras online.

Quem precisa ter?

O que é Certificado Digital e pra que serve é um questionamento muito comum, assim como a dúvida sobre quem realmente precisa de um.

A verdade é que, todas as pessoas que querem realizar certas atividades online, de forma autenticada e segura, podem usar um. Sejam pessoas jurídicas ou físicas.

Obrigatoriamente, todas as instituições inscritas nos regimes tributários de lucro presumido ou de lucro real, deve ter o certificado digital. Assim como as empresas que emitem quaisquer tipos de nota fiscal eletrônica.

Seja você um comerciante que vende no Mercado Livre ou um consultor financeiro, se você precisa emitir nota fiscal, você precisará de um certificado digital.

Quais são os tipos de certificado digital?

Os principais tipos de certificados digitais são: e-CNPJ, NF-e, SSL e e-CPF. Cada um tem suas características particulares e são indicados para determinadas atividades.

Antes de obter o seu a recomendação é pesquisar sobre cada um deles, entender suas diferenças e aplicabilidade. A partir daí, escolher o que mais de adequa às suas demandas e necessidades.

Veja a seguir:

  • e-CNPJ: é o CNPJ virtual, utilizado para emitir nota fiscal eletrônica, fazer obrigações acessórias  e transmissão de escrituração fiscal digital;
  • NF-e: é utilizado para emitir e armazenar nota fiscal eletrônica;
  • SSL: oferece segurança e proteção na troca de informações dos visitantes com o site;
  • e-CPF: identidade digital para realizar operações na internet. Tem a mesma validade do CPF físico. Indicado para entrega de documentos (como declaração de imposto de renda) que exigem assinatura digital.

Esses certificados são classificados de acordo com o nível de segurança criptográfica e sua forma de aplicação, duas de suas principais características.

Classificação de acordo com a aplicação

  • Tipo A: realiza assinatura de documentos digitalmente
  • Tipo S: promove a criptografia dos dados
  • Tipo T (Carimbo do Tempo ou Timestamp): determinada a data específica na qual a informação digital foi realizada

Classificação de acordo com a segurança

Você sabe a diferença entre certificado digital A1 ou A3? Confira:

  • Certificados A1: de menor segurança, é gerado por um software e fica armazenado no computador ou equipamento móvel. É acessado através de login e senha e validade de um ano.
  • Certificados A3: possui nível mais alto de criptografia e, consequentemente, maior segurança. É acessado via card ou token, onde fica armazenado o certificado, e pode ter validade de até cinco anos.

Vale observar que tirar ou atualizar a certificação digital é uma exigência para pessoas físicas e jurídicas que realizam transações pela internet.

Essa prática foi instaurado no Brasil, em 2001, a partir da criação da Infraestrutura de Chaves Públicas Brasileira – ICP Brasil.

Agora que você já sabe o que é Certificado Digital e pra que serve, aproveite as facilidades que ele proporciona.

Afinal, é impossível tocar uma empresa adequadamente sem que sua gestão fiscal esteja em ordem. E como você viu, o uso do certificado digital é fundamental para qualquer negócio que cumpre com suas obrigações tributárias.

Este post foi escrito pela equipe da Nfe.io, um sistema de emissão e controle de notas fiscais que automatiza tarefas chatas e faz sua empresa ganhar tempo, performance e diminuir custos.

Gostou do Conteúdo?

Receba em seu email conteúdos especialmente feitos para inscritos em nosso newsletter!