Erros comuns que podem influenciar as vendas em marketplaces - GYRA+

Erros comuns que podem influenciar as vendas em Marketplace

imagem-13

Como lojista posso dizer o quanto errei quando iniciei uma operação de vendas em marketplace, mesmo sabendo que errar vai fazer parte de todo o processo, se perde, principalmente, muito tempo com pequenos detalhes, que poderiam ser evitados se houvesse mais informações disponíveis sobre esse modelo de negócio.

Hoje do outro lado, no ANYMARKET, vejo como é comum alguns ‘erros’ que poderiam ser minimizados e, quanto antes forem corrigidos, melhores serão os resultados em performance de vendas. Sendo também um dos maiores desafios da nossa área de Customer Success, que tem foco em aumentar as vendas dos Sellers parceiros.

Vou falar sobre alguns erros mais comuns que podem ser evitados e que impactam nas vendas, sejam a curto prazo ou a longo prazo.

  • Cadastro de produto: 

Pode parecer algo simples, mas o cadastro de produto requer tempo e capricho de quem faz!

O título do produto precisa ser pensado em quem faz a busca por esse item, ou seja, se você fosse comprar o produto que você vende, como você pesquisaria ele no Google, por exemplo. Junto a isso, você vai mesclar uma estrutura que seja algo próximo de: 

Nome do Produto/Modelo/Características/Cor/Marca.

Lembrando que, para alguns canais de vendas a Cor, por exemplo, entraria como uma variação do anúncio e não é indicado que seja usada no título do produto nesses casos

A descrição do produto, copiada de qualquer outro site de vendas, é o mesmo que você estar plagiando uma informação de terceiros, isso pode trazer diversos problemas de performance desses anúncios, tudo porque o próprio Google penaliza anúncios ‘copiados’. A sugestão é que o Seller crie sua própria descrição, porém não de qualquer forma ou apenas em 2 linhas, mas com uma estrutura já pensada em SEO, reforçando as informações principais do produto e utilizando palavras chaves para os buscadores. Além de conter uma breve descrição daquele produto, mostrando que a loja é especialista naquele assunto e sabe o que está vendendo, ajudando o consumidor a tomar sua decisão de compra.

E pra fechar, as características dos produtos são fundamentais para um bom entendimento do consumidor sobre o que ele está comprando e mais que isso, vai evitar cancelamentos e devoluções futuras. Alguns marketplaces pedem essa informação em campos específicos, se for o caso, preencha! Como eu disse, um bom cadastro requer tempo. Outros, você pode usar essas características junto a descrição do produto. 

Lembre-se! Deixe isso o mais claro, objetivo e de fácil acesso possível dentro do anúncio.

  • Preço:

A precificação é um dos fatores principais para um bom ranqueamento do seu anúncio online, claro que combinado a outros fatores, porém, mesmo assim é o principal!

Um bom preço, casado a boas condições de pagamento e com valores de frete justo, fará com que você tenha um resultado muito melhor nos marketplaces.

Alguns canais de vendas, trabalham com o Buybox (anúncio principal), onde vários vendedores disputam a venda do mesmo produto dentro de um único anúncio. Nesse caso não é apenas uma questão de posicionamento do anúncio nos motores de busca da internet, mas a exposição do seu produto dentro do anuncio com vários vendedores de todo o Brasil!

Ou seja, sem um bom preço de venda e um frete atrativo, você não vai vender.

Um erro comum, que pode gerar um ganho muito grande em performance, são os preços diferentes por canais de marketplace. Não faz nenhum sentido você trabalhar com os mesmos preços de venda para todos os canais de vendas. Inclusive, a maioria deles você tem um comissionamento diferente, então, por que não oferecer essas diferenças de comissão no seu preço final?

  • Imagens

Semelhante ao cadastro de produto, as imagens do seu anúncio também pedem capricho!

Pense mais uma vez como consumidor e disponibilize quantas imagens puder do seu produto, isso passa confiança na hora de tomar uma decisão de compra e também evita frustrações ao receber o produto e quebra de expectativas do cliente.

Exemplo: Um anúncio de produtos pequenos, como uma bijuteria ou um brinco, é muito importante que o consumidor tenha a percepção do tamanho desse objeto, assim, ao invés de apenas uma imagem do produto com um fundo branco atrás, inclua uma imagem onde o produto é visto em uso por uma pessoa. 

Importante ressaltar que para alguns canais de vendas, não é válido o uso de ambiente, então cabe entender melhor como cada canal de vendas trabalha as imagens do produto.

Ainda sobre as imagens, lembre-se da resolução usada, cada marketplace tem suas exigências, por padrão, use resoluções de imagens 1000 x 1000 isso vai te dar muito mais autonomia sobre essas fotos, se precisar ajustar sem perder qualidade e vai acelerar a catalogação dos anúncios nos marketplaces.

Pequenas coisas podem fazer a diferença nas vendas também, por exemplo:

Para os marketplaces que trabalham com variação, trabalhar com estrutura de anúncio com variação, e não criar um anúncio para cada variação. Exemplo: Magazine Luiza e Mercado Livre, que permitem o envio de produtos com mais de uma variação.

O uso dos serviços de envios dos próprios marketplaces. Exemplo: Mercado Envios, B2W Entregas, Magalu Entregas. Esses serviços costumam oferecer melhores condições no frete para o consumidor, além de acelerar a integração de atualização do tracking do pedido para o cliente e otimizar a sua operação logística.

Trabalhar com campanhas de rebate dos marketplaces, também influenciam nos resultados e exposição dos anúncios, além das campanhas de ADS que podem acelerar e muito as vendas do produto, vale a pena entender melhor como funciona para cada marketplace que disponibiliza campanhas pagas, mas um erro comum é colocar todo o catálogo em campanha, não faça isso! Escolha de 3 a 5 produtos que você está oferecendo o melhor preço e tem profundidade de estoque, do contrário você vai desperdiçar recursos da campanha.

Reforço mais uma vez, o trabalho nos marketplaces requer tempo e capricho! Se você seguir esses passos, não tenho dúvidas que você passará a vender mais, seja em qualquer marketplace que você expõe seus produtos. E os resultados são ainda melhores a longo prazo.

Quando comecei a trabalhar com marketplace, se tivesse informações como essas, teria sem dúvida alguma um ganho em tempo, retrabalhos que foram necessários ao longo dos processos de catalogação e mais vendas em menos tempo.

Espero que você, aproveite ao máximo as dicas. Boas vendas!
Leandro Ratz é responsável pelo sucesso dos clientes no ANYMARKET, maior Hub de integração com marketplaces na América Latina. Considerado o hub dos grandes players, a plataforma atende empresas com venda on-line que precisam de uma operação simples, ágil e centralizada para atuar em marketplaces, processando mais 2 bilhão de transações. O ANYMARKET é uma solução que conecta empresas a mais de 30 marketplaces como Amazon, Mercado Livre, Netshoes, Dafiti, B2W, Magazine Luiza, Carrefour, entre outros.