Exemplos de marketplace: 5 opções para vender online 🛒

5 exemplos de marketplace para vender online

GYRA+ Marketplaces

A internet é a grande aliada de muitos negócios para a geração de vendas. Muitos lojistas com operação física criam um braço virtual como forma de ampliar o contato com os clientes. A variedade de exemplos de marketplace reforça fortemente essa tendência.

O marketplace é uma plataforma que reúne vendedores e permite que eles criem uma loja virtual dentro uma estrutura pré-formatada.

Dentro do marketplace, os vendedores têm acesso a recursos como cadastro de produtos, estrutura de pagamento, anúncios, frete e envios, etc. Tudo por uma porcentagem de comissão sobre as vendas.

Dessa forma, os marketplaces são úteis tanto para quem vende quanto para quem compra.

Quem vende economiza custos com a manutenção de uma infraestrutura de comércio físico e consegue atingir mais potenciais clientes. Já quem compra tem acesso a vários vendedores diferentes em uma mesma plataforma.

Esse modelo de negócio é uma porta de entrada para o universo das vendas online e permite criar um negócio realmente lucrativo. 

Assista no vídeo abaixo e entenda porque o marketplace é tão relevante no cenário atual:

Se interessou e quer investir em vendas online? Conheça cinco exemplos de marketplaces para se cadastrar e ganhar dinheiro. No post vamos falar de:

  1. Mercado Livre;
  2. Grupo B2W;
  3. Amazon;
  4. Enjoei;
  5. Netshoes. 

Exemplos de marketplace: 5 empresas com operações no Brasil

1. Mercado Livre

O Mercado Livre é um dos exemplos de marketplace mais conhecidos do Brasil. A empresa argentina, fundada em 1999, atua fortemente no Brasil e também em toda a América Latina.

A plataforma integra diversas soluções que ajudam os vendedores tanto na parte de promoção dos produtos quanto no recebimento dos pagamentos e logística de envio. São elas: 

  • Mercado Pago – um sistema de pagamento online para fazer e receber transações;
  • Mercado Envios – o serviço de logística de frete e entregas exclusivo do Mercado Livre;
  • Mercado Shops – uma plataforma para criar loja virtual integrada ao Mercado Livre.
  • Product Ads – ferramenta para a criação de anúncios dentro da plataforma.

O Mercado Livre tem grande parte da sua receita gerada com a taxa cobrada sobre as vendas e os anúncios que também retornam ganhos para a empresa.

É um dos exemplos de marketplace que mesmo sem conhecer você sabe que existe, pois é raro não encontrar uma referência para o site nos resultados do Google. 

2. Grupo B2W

O Grupo B2W, outro grande nome entre os exemplos de marketplace, reúne três sites conhecidos do varejo online:

De acordo com a empresa, o marketplace gera 635,5 milhões de pageviews e 154,7 milhões de visitas únicas todos os meses.

A empresa não cobra taxa por cadastro (assim como todos os outros exemplos de marketplace da lista), apenas taxa as vendas tirando uma porcentagem de comissão.

Entre os recursos que o vendedor tem acesso para vender na B2W estão:

  • B2W Ads – plataforma de anúncios;
  • B2W Entrega – serviço de entrega para o cliente (gratuito);
  • B2W Fulfillment – serviço de logística da armazenagem à entrega, com toda a tecnologia B2W;
  • SkyHub –  integra a gestão de produtos e pedidos em diversos marketplaces (gratuito);
  • Sieve – ferramenta que monitora preços da concorrência. 

3. Amazon

A Amazon é um dos exemplos de marketplaces pioneiros no mundo e responsável por consolidar a cultura das vendas online. 

Quem escolhe vender na Amazon tem, além uma de estrutura robusta de vendas, a vantagem de estar em um dos sites mais acessados do mundo. Sem mencionar a confiabilidade na marca  que aumenta ainda mais sua relevância. 

O site reúne vendedores de 20 categorias de produtos diferentes que podem trabalhar na plataforma assinando dois planos distintos de acordo com seu volume de vendas:

  • Plano Individual: previsão de venda de menos de 10 itens mensal. Taxa R$ 2 por item + comissão. 
  • Plano Profissional: previsão de vendas de mais de 10 itens por mês. Taxa mensal de R$ 19 + porcentagem de comissão. 

O processo de cadastro e documentação é simplificado e o vendedor cria sua conta rapidamente para começar a vender. 

4. Enjoei

O Enjoei é outro dos exemplos de marketplace que nasceu no Brasil e hoje recebe fundos de grandes investimentos e não faz feio nos resultados. 

A plataforma conecta vendedores e compradores de artigos usados (em sua grande maioria roupas, calçados, bolsas e outros acessórios).

A ideia do site é ajudar os usuários a reciclar o guarda roupa, trocando com outras pessoas aquilo que não usam mais.

O site conta hoje com mais de 370 mil vendedores e mais de 2 milhões de produtos cadastrados.

Qualquer pessoa pode vender no marketplace e nem precisa adquirir estoque. Suas peças e acessórios viram sua fonte de capital. Um incentivo ao consumo consciente.

As vendas são taxadas em 20% de comissão mais uma taxa fixa de anúncio que é descontada do valor final de cada venda. Tudo fica registrado no Enjubank do vendedor.

O Enjoei faz um investimento robusto em marketing digital, criando parcerias com vários influenciadores do mundo da moda e celebridades que criam sua lojinha dentro do marketplace.

5. Netshoes 

A Netshoes não poderia faltar na lista de exemplos de marketplace. A empresa é um case de sucesso atual do mercado nacional.

A empresa fez sua abertura de capital na bolsa de Nova Iorque, criando um marco para as startups brasileiras.

Essa credibilidade torna o marketplace do grupo ainda mais atraente para vendedores com foco no mercado esportivo.

O site conta com mais de 54 milhões de visitantes únicos por mês e oferece tudo o que o vendedor precisa para vender mais como:

  • Condições e formas de pagamento online da Netshoes;
  • Padrão Netshoes de atendimento ao cliente;
  • Cross-selling de produtos (venda cruzada de produtos);
  • Antecipação de recebimentos, dentre outros.

Além da Netshoes, voltada para o setor esportivo, a Zattini — marca do grupo do setor de moda — também é um marketplace especializado para quem quer investir no setor.

Comece a vender hoje por um marketplace

Com tantos exemplos de marketplace disponíveis, nossa dica é analisar as taxas de cada um e os recursos oferecidos para escolher o ideal para o seu nicho de mercado.

Começar um negócio online pode ser seu caminho para empreender com sucesso e você pode conseguir o investimento necessário também online.

Consulte as condições de financiamentos que a Gyra+ oferece para empreendedores digitais atingirem todo o potencial do seu negócio.

Em três passos simples você pode ter aquela grana que precisa para investir mais no seu negócio:

  • indique o valor de empréstimo que precisa, em quanto tempo deseja pagar e seu e-mail;
  • conecte sua conta do Mercado Livre, PagSeguro, Bling ou Skyhub;
  • a análise será realizada e, se aprovada, o dinheiro cai em até 72h na sua conta.